Jornal o Evangelho - O cristão bem informado!

Notícias/Polícia

Mulheres são baleadas no posto Select em Betim

Uma delas, de 24 anos, morreu após passar por cirurgia no Hospital Regional de Betim.

Mulheres são baleadas no posto Select em Betim
Reprodução internet
Use este espaço apenas para a comunicação de erros nesta postagem
Máximo 600 caracteres.
enviando

Na madrugada desta terça-feira (18), duas mulheres foram baleadas dentro de um posto de combustíveis na Avenida Bandeirantes, no Bairro Vila Recreio, em Betim. As vítimas, Eduarda Caroline de Castilho, 24 anos, e Bárbara Chayene Azevedo Sá, 33 anos, estavam em um barzinho localizado loja de conveniência do posto Shell Select, quando um homem ainda não identificado atirou nelas quatro vezes.

Segundo o boletim de ocorrência da Polícia Militar, o suspeito, descrito como um homem moreno, alto, magro, de bigode, vestindo roupas azul e branca com capuz que tampava o rosto, se aproximou da mesa onde as mulheres estavam e disparou. Bárbara foi atingida na testa e Eduarda na nuca e ombros. Após os disparos, o agressor fugiu em um carro modelo HB20 prata, que ainda não foi localizado.

O Serviço de Atendimento Móvel de Urgência foi rapidamente acionado e prestou os primeiros socorros às vítimas, que foram levadas para o Hospital Regional de Betim. Ambas passaram por cirurgias na manhã de hoje, porém, Eduarda Caroline de Castilho faleceu e o estado de saúde Bárbara de Chayene Azevedo Sá é considerado estável.

Testemunhas presentes no local relataram que o suspeito chegou de forma discreta, com o revólver já em mãos, e atirou a curta distância nas duas mulheres. As autoridades locais estão conduzindo uma investigação para localizar e prender o responsável pelo crime.

A violência gerou uma onda de preocupação e insegurança. A polícia solicita a colaboração da população para obter qualquer informação que possa levar à identificação e captura do suspeito.

A motivação do crime ainda não foi esclarecida, e a Delegacia de Homicídios investigará todas as possíveis hipóteses.

FONTE/CRÉDITOS: Jornal O Evangelho
Comentários:

Veja também